26 de junho de 2022 1:04 PM

Política

Dhiego Coelho é contra reconhecimento de calamidade pública em Roraima

Foto: Marley Lima
Parlamentar usou tribuna nesta terça-feira para falar sobre Mensagem Governamental
Yasmin Guedes

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) nº 02/2022, para reconhecimento de calamidade pública devido à covid-19 em Roraima, foi tema de discurso do deputado Dhiego Coelho (PTC) na sessão desta terça-feira (8). Para ele, não há fundamentos para justificar a aprovação da matéria, pois o número de casos está em queda no Estado.

Coelho leu, na íntegra, a Mensagem Governamental nº 003/2022, pela qual o Governo do Estado encaminha, para votação na Assembleia Legislativa de Roraima, o PDL com a justificativa apresentada pelo chefe do Poder Executivo.

“O presidente da República [Jair Bolsonaro, PL] apoia que o ministro da Saúde [Marcelo Queiroga] rebaixe o status da covid-19 de pandemia para endemia. Ao consultarmos o histórico e os casos da doença, vemos que há uma redução. Há cidades e Estados flexibilizando, tirando restrições e a obrigatoriedade do uso de máscara”, disse Dhiego Coelho.

O parlamentar criticou ainda a postura do governador Antônio Denarium (PP) de participar de eventos públicos e provocar aglomerações sem o uso de máscara de proteção facial.

“Qual o intuito hoje em declarar calamidade quando não existem mais leitos cheios, a Secretaria de Saúde declarou que estão vazios, sem pacientes com covid-19? Vamos voltar a uma coisa que não existe para justificar a calamidade pública?”, questionou.

Dhiego Coelho não abriu espaço para debate, em aparte, para os demais deputados, e aproveitou para esclarecer que é oposição ao Governo do Estado. “Algumas pessoas tinham dúvidas, mas quero deixar registrado aqui na Assembleia Legislativa”, concluiu.