22 de maio de 2022 3:48 AM

Seguro

Mudanças climáticas: dicas para proteger seu veículo de desastres

Foto:
Danillo Cassio

As mudanças climáticas, como a maioria das pessoas já sabe, causam sérios danos em nossa vida cotidiana.
Alterações repentinas de temperatura, calor ou frio intenso, excesso de chuvas, entre outros fenômenos, são efeitos que podem causar prejuízos irreparáveis em diversos aspectos.
Além do estrago em plantações – o que explica a alta no preço dos alimentos – enchentes e acidentes em meios urbanos e até a destruição da moradia de pessoas que moram em áreas de alagamento ou desabamento, a força da natureza causa problemas de maneiras que nem sempre são nossas prioridades.
Os veículos fazem parte disso. Se um dia você já viu uma reportagem na TV sobre alguma zona tomada por uma enchente, já deve ter reparado em carros ilhados no meio da água e da lama.
Em situações como essa, os riscos de perda total são enormes, e não é difícil imaginar como isso pode doer no bolso.
Pensando nisso, preparamos uma lista com algumas dicas de como proteger o seu carro de fenômenos da natureza.
Enchentes
Na maioria das vezes, os motoristas são surpreendidos pela chuva enquanto estão dirigindo, e é aí que sofrem com a fúria da natureza. Nesses casos, o melhor a se fazer é tentar chegar a um local mais alto, que impeça o acúmulo de água.
Para estacionar, o mais indicado é que o carro também fique em um ponto que tenha mais altura. Se a rua for muito plana, as chances de alagamento são maiores, porque não há para onde a água correr.
Outra dica é ficar longe de regiões que tenham proximidade com rios, lagos e córregos, já que uma chuva muito forte pode fazer com que o nível da água suba rapidamente.
Às vezes, nem mesmo os reservatórios de detenção – popularmente conhecidos como piscinões, que servem para acumular as vazões que excedem a capacidade de escoamento dos cursos d’água – dão conta de conter as chuvas e acabam contribuindo para enchentes.
Por isso, se possível, tente não estacionar ou passar por regiões que tenham piscinões por perto.
Se não der tempo de fugir do alagamento e o carro está rodeado e/ou tomado por água, é abandoná-lo e procurar abrigo. Recomenda-se também acionar o corpo de bombeiros caso haja a necessidade de resgate.
Em situações como essa, a sua integridade física vem em primeiro lugar. Preze por sua segurança.

 Granizo

Uma chuva de granizo pode causar sérios danos nos automóveis. Dependendo do tamanho das pedras e da força da chuva, o gelo pode amassar a lataria e até quebrar os vidros.
Se você estiver na rua e começar a chover granizo, encontre abrigo rapidamente em um local coberto, como um posto de gasolina ou estacionamento.
Caso isso não seja possível, tente encontrar algum lugar que esteja contra o vento. Isso ajuda a minimizar a força da queda das pedras.

Se o carro estiver estacionado ao ar livre, corra para colocá-lo sob uma cobertura. Em último caso, use os tapetes de borracha do veículo para cobrir o teto, capô e pára-brisa.
Você também pode usar lonas, cobertores ou qualquer outro objeto que possa diminuir o impacto das pedras de granizo. Nessas horas, vale recorrer à criatividade.

Ventania

O vento pode vir sozinho ou acompanhado de chuva, mas tem a capacidade de causar danos graves de qualquer maneira.
Quando começar a ventar muito, o mais indicado é parar o veículo, preferencialmente em um local coberto.
Tente ao máximo ficar longe de árvores e postes, já que a força da ventania pode derrubá-los sobre os carros. Além do prejuízo material, isso é perigoso para o motorista e outros ocupantes.
Caso não seja possível parar e você precise continuar dirigindo, tenha atenção redobrada na estrada e segure firme no volante com as duas mãos, já que os ventos fortes tendem a desestabilizar o automóvel.
É provável que você tenha que fazer força para que o veículo fique na direção contrária das rajadas. Por isso, diminua a velocidade e não faça manobras bruscas.

Calor

O calor intenso não é considerado um desastre, mas certamente pode provocar uma bela dor de cabeça aos motoristas.
Com as temperaturas cada vez mais elevadas, é preciso tomar algumas ações para proteger os veículos do sol.
O insulfilm é um acessório que ajuda muito. As películas mais escuras, além de preservar a privacidade de quem está dentro do carro, também conseguem filtrar até 99% dos raios UV, conservando os bancos, o painel e a temperatura interna.
Em relação à lataria e à pintura, evite deixar o veículo diretamente no sol por muito tempo e use ceras que possam absorver o calor.
Se os seus bancos forem de couro, tente sempre controlar a temperatura do carro e utilize produtos específicos para hidratá-los. Isso vai ajudar a diminuir as chances de ressecamento e do desenvolvimento de rachaduras no estofado.

Conte com o seguro auto – https://www.thinkseg.com/seguro-auto/

Mesmo tomando todo o cuidado do mundo, imprevistos podem acontecer, ainda mais quando estamos falando de fenômenos da natureza.
Para os casos em que não for possível fugir de uma situação desagradável como essas citadas acima, a melhor solução é poder contar com um bom plano de seguro auto para que você não saia no prejuízo.
A maioria das seguradoras faz a cobertura – com manutenção e ressarcimento parcial ou integral – para alagamentos, queda de árvores e as consequências de qualquer problema que possa envolver os efeitos de desastres naturais.
Além disso, é claro que os seguros também protegem contra roubos, furtos, acidentes e incêndios. As melhores prestadoras também oferecem serviços de assistência e guincho 24 horas, o que proporciona ainda mais conforto e segurança aos motoristas.