30 de junho de 2022 3:27 AM

Defesa do Consumidor

Noivos seguem orientação do Procon Assembleia e planejam festa de casamento

Foto: Eduardo Andrade
Órgão aconselha que contratante pesquise reputação dos fornecedores e até faça prova do bufê antes da festa 
Marilena Freitas

Aos 45 anos, a técnica de enfermagem Lucineia Mendes vai realizar o sonho de se casar na igreja, seguindo o ritual tradicional que a cerimônia religiosa exige. Os preparativos da solenidade têm tirado o sono dela, mas não é por falta de planejamento. É que a história desse casamento está carregada de emoções.

“Estou muito ansiosa, tem noite que não durmo. A ansiedade aumenta na hora de pagar os fornecedores, apesar de eu ter me organizado bastante para esse momento, mas não tem jeito, bate o nervosismo”, contou.

Lucineia não está passando por aborrecimentos com os fornecedores porque seguiu as orientações do Procon Assembleia. Uma delas é pesquisar antes de contratar.

“O planejamento é essencial, principalmente para quem vai se casar e quer ter o mínimo de problemas possível nesta data especial. É importante pesquisar a reputação dos profissionais e das empresas, e que os acordos sejam feitos por escrito e assinados por ambas as partes”, disse a diretora do Procon, Mileide Sobral.

Entre as recomendações, está a de fazer antes do evento “a prova do cardápio que será oferecido no dia da solenidade”. Mileide destacou que o Procon está sempre aberto para auxiliar a população.

“Se o consumidor tiver o interesse, pode enviar o contrato para o Procon verificar se as cláusulas são claras e bem objetivas, com os prazos bem definidos. O cliente também deve ficar atento à venda casada, que é uma prática proibida pelo Código de Defesa do Consumidor”, acrescentou.

Para Lucineia, as dicas do Procon são sempre bem-vindas. “É um trabalho muito bom, principalmente para os noivos, porque não é só a noiva que fica nervosa nessa hora, ainda mais quando se trata dos gastos”, disse.

Atenta a todos os detalhes, ela iniciou os preparativos há aproximadamente um ano. Neste percurso de pesquisa, a noiva se deparou com um fornecedor que, apesar de ter sido indicado por amigos, a levou a se recusar a aceitar a proposta.

“Ainda em março, um fornecedor me pediu para eu pagar antecipadamente o valor total do serviço. E para me convencer, me deu até desconto, mas o meu noivo disse logo que não se paga serviço antecipado. Tivemos todos esses cuidados e fizemos contratos por escrito com todos os sete fornecedores para não sermos enganados. E o contrato é uma segurança também para o fornecedor, que quer ter a certeza de que vai pegar o serviço”, ressaltou.

Na organização de uma cerimônia como essa, são naturais os ajustes. “Pensamos em tudo, mas sempre está faltando alguma coisinha e isso acarreta mais gastos. E por ser maio, considerado o mês das noivas, tudo é mais caro. Mas nada disso importa, o importante é que estou realizando o meu sonho que é me casar na igreja”, afirmou.

Noivos se conheceram por aplicativo de namoro

A história de Lucineia com Reginaldo Nunes Barbosa começou em 2019, quando se conheceram por um aplicativo de namoro. Ela morava em Rondônia e ele, em Roraima.

Depois do contato virtual, Lucineia veio a Boa Vista conhecê-lo pessoalmente e sua família. Esse encontro presencial contribuiu para aumentar o sentimento entre os dois. Em dezembro do mesmo ano, foi a vez de Reginaldo conhecer a família dela. Com a bênção das duas famílias, no ano seguinte Lucineia decidiu que era hora de deixar tudo para trás e se mudar para Roraima para viver sua história de amor.

“Pedi minhas contas, deixei minha casa, larguei tudo e vim embora para Roraima. Estou muito feliz com a decisão que tomei. Meus filhos estão felizes, inclusive, um deles vai entrar comigo na igreja. Minha mãe já está aqui. Estou realizando um sonho de menina”, disse contente.