6 de julho de 2022 8:17 AM

Desmoronamento

SP: após concretagem de cratera, pista da marginal será liberada hoje

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Trabalho bem-sucedido dispensa uso de estacas de contenção na pista
Elaine Patrícia Cruz

Após um acidente no canteiro de obras da Linha 6-Laranja do metrô, a pista central da Marginal Tietê, na capital paulista, pode ser liberada nesta quinta-feira (3), às 17h. A informação foi confirmada pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp), pela Secretaria estadual de Transportes Metropolitanos e pela prefeitura. Ainda não há previsão de quando será liberada a pista local.

“Foi realizada uma análise no local, que demonstrou que foi bem-sucedido o trabalho de concretagem da abertura causada pelo acidente ao lado do poço de ventilação da Linha-6 Laranja do metrô e pelo rompimento da tubulação de esgoto ao lado das obras. Com isso, não será necessária a instalação de estacas para contenção da pista local da Marginal Tietê”, informam, em nota conjunta, a Sabesp e a secretaria.

acidente no canteiro de obras foi na manhã de terça-feira (1º) e abriu uma cratera na Marginal Tietê, sentido Rodovia Ayrton Senna, próximo da ponte da Freguesia do Ó. As causas ainda estão sendo apuradas, mas há possibilidade de que o acidente tenha sido provocado pelo vazamento de uma adutora — canal para condução de água ou esgoto. Não houve feridos, mas alguns trabalhadores precisaram ser atendidos porque tiveram contato com água contaminada. O acidente levou provocou isolamento do perímetro e interdição total das pistas local e central da Marginal.

Para conter a cratera, a concessionária Acciona fez um trabalho de concretagem, preenchendo a cratera com material rochoso e argamassa. O serviço foi finalizado na noite de ontem (2). De acordo com a Sabesp e a secretaria, a abertura foi preenchida com 4 mil metros cúbicos (m³) de concreto, o equivalente a 650 caminhões betoneira. Além disso, foram despejados 12 mil m³ de pedras no poço VSE Aquinos, onde fica o poço de ventilação da futura Linha 6-Laranja. Esse volume corresponde a 1,2 mil caminhões basculante.

Ontem, em entrevista coletiva, o secretário de Transportes Metropolitanos, Paulo Galli, havia informado que, se não houvesse necessidade de colocar estacas para ajudar na contenção da cratera, a pista da Marginal poderia ser liberada no prazo de dois ou três dias.

Hoje (3), o prefeito Ricardo Nunes confirmou que não haverá necessidade da colocação de estacas para contenção, o que aumentaria o prazo para liberação da pista. “A concretagem segurou bem a questão da movimentação da terra. Os sensores que a empresa Acciona mantém ali na pista não identificaram nenhuma alteração. Por isso, temos essa informação importante [sobre a liberação da pista]”, afirmou o prefeito.

Nunes destacou as pressões sofridas por causa do aumento do trânsito na região. Existem cinco linhas que passam pelo local e transportam cerca de 40 mil passageiros por dia”, disse o prefeito. Tapumes serão instalados na pista local da Marginal Tietê para preservar o local, permitir a limpeza do espaço e evitar que a curiosidade de motoristas pelo trabalho das equipes cause lentidão no trânsito.