30 de junho de 2022 3:14 AM

Polícia

Polícia Civil esclarece homicídio e prende suspeito

Foto: Ascom - PCRR
Ascom - PCRR
A PCRR (Polícia Civil de Roraima) por meio dos agentes da SIOP (Seção de Investigação de Operação) da Delegacia do Cantá, cumpriu o mandado de prisão em desfavor de A.S.S., de 33 anos, nesta segunda-feira (11). A ação foi resultado de uma investigação policial que identificou o suspeito como possível autor do homicídio do venezuelano Andru Jesus Kei Piamo, ocorrido em fevereiro deste ano.
De acordo com o delegado do município, Ronaldo Sciotti, o crime ocorreu no dia 07 de fevereiro, em uma propriedade na vicinal 21, Vila Pau Brasil, no município do Cantá. As investigações apontaram que a vítima estava trabalhando, junto a outros dois homens, extraindo madeira em um sítio e ao saírem da mata fechada, o venezuelano foi atingido por um disparo de arma de fogo.
“Conforme relatos colhidos, a vítima foi atingida sem saber de onde vinha o tiro. Os demais trabalhadores correram para buscar ajuda, mas ao voltarem para o local ele já estava morto”, narrou o delegado.
O delegado ressaltou que com a realização de inúmeras diligências, com exames periciais, foi possível chegar à autoria do crime.
O suspeito foi intimado e compareceu à delegacia ainda no mês de fevereiro.
“Em seu interrogatório ele afirmou que foi averiguar o barulho de motosserra em seu terreno, munido de uma espingarda, quando encontrou os três homens retirando madeira do seu lote. Disse que um deles estava portando uma foice e correu em sua direção. Também contou ter corrido do local, momento em que a arma disparou sozinha e acertou a vítima. O suspeito disse que não acionou o gatilho da espingarda e que não tinha a intenção de matar”, explicou o delegado.
Com o esclarecimento do caso, o delegado representou pela prisão preventiva do suspeito, que também não tinha porte de arma. Após a prisão nesta segunda, A.S.S. foi levado à Audiência de Custódia ficando à disposição da Justiça.
SECOM RORAIMA