30 de junho de 2022 3:57 AM

Polícia

Polícia prende suspeito pela morte de secretário de cidade do Paraná

Foto: Ricardo Kusch
Três dos quatro suspeitos já estão sob custódia policial
Camila Maciel

Mais um suspeito de participação na morte de Ricardo Kusch, secretário de Segurança Pública de São José dos Pinhais (PR), foi preso hoje (22) em São Paulo. O caso ocorreu no dia 6 de março, quando ele foi vítima de latrocínio na capital paulista. Segundo a prefeitura do município paranaense, Kusch estava em São Paulo para a renovação de um visto de viagem. A vítima estava numa moto na região de Vila Andrade.

A Polícia Civil de São Paulo informou que o acusado foi encontrado em Itapecerica da Serra e reagiu à prisão, atirando contra os agentes. O suspeito foi levado para o Hospital Geral do município. A secretaria de Segurança Pública informou que, além de responder pela morte do secretário de São José dos Pinhais, ele foi autuado por tentativa de homicídio, porte de arma e resistência.

Já foram presos três dos quatro suspeitos de envolvimento na morte de Kusch. Eles tiveram a prisão temporária decretada pela Justiça. O primeiro foi preso em flagrante no dia 15 de março por associação criminosa, porte de arma de fogo e receptação. O segundo suspeito foi detido no dia 11 por roubo. O quarto homem está sendo buscado pelos policiais. Além disso, outras duas pessoas estão sendo investigadas.

Ocorrência

De acordo com informações do boletim de ocorrência, o secretário foi encontrado baleado e caído próximo ao meio-fio por policiais militares que faziam patrulhamento. Ainda consciente, ele informou que era guarda municipal e que tinha sido roubado por uma dupla em outra moto. Kusch disse que sua arma foi levada pelos assaltantes.

A prefeitura de São José dos Pinhais divulgou nota no dia seguinte ao fato e informou que ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Kusch era Guarda Municipal de carreira.